Sobre

Quem é Nier Araújo:

Claudenier Almeida de Araújo, Nier Araújo, é abreulimense, nascido e criado em Abreu e Lima-PE, sendo um dos cinco filhos do casal Luiz Gonzaga de Araújo (Luiz Alfaiate) e Helaine Francis Almeida de Araújo. Casado com Elaine Carvalho Faustino Almeida de Araújo, com que tem três filhos e reside em Abreu e Lima-PE.

Nier Araújo é bacharel em Ciências Contábeis, pela Universidade Federal de Pernambuco – UFPE, Qualificado em Gestão Pública, pela Escola Superior Aberta do Brasil – ESAB, atualmente cursando Pós-graduação em Gestão Espresarial, pela Faculdade Mantenense dos Vales Gerais – INTERVALE, além de possuir diversas certificações obtidas junto a Universidade Corporativa Banco do Brasil – UNIBB, na busca do desenvolvimento de competências comportamentais e técnicas.

Nier Araújo exerceu a presidência da Associação Comunitária Educacional e Cultural de Abreu e Lima – ACECAL, período em que elevou a participação social da entidade, que ocupou cadeiras no Conselho Municipal de Defesa dos Direitos das Crianças e Adolescente – COMDICA, Conselho Municipal de Direitos da Juventude, Conselho Municipal da Cidade de Abreu e Lima – CONCIDADE, além de ter estimulado a participação da ACECAL nas diversas conferências municipais de Abreu e Lima-PE, através de seu quadro de membros e aumentado a relevância da enitidade na comunidade com a ampliação do número de programas de cunho social, noticioso e de debate na emissora Rádio Dom bosco FM. Nier Araújo exerceu ainda mandato como representante da sociedade civil no Conselho Municipal de Defesa dos Direitos das Crianças e Adolescentes em Abreu e Lima-PE.

Na comunidade de base, na Igreja Católica, Nier exerceu papel importante na implantação da Pastoral da Comunicação – PASCOM, da Paróquia de São José de Abreu e Lima, a primeira PASCOM no município, sendo seu primeiro coordenador e representante setorial na Arquidiocese de Olinda e Recife, também atuou na Pastoral Familiar – PASFAM e na Pastoral da Criança de Abreu e Lima. A convite do Pároco Pe. Manoel Marques de Miranda coordenou a Comunidade de São Miguel Arcanjo, na COHAB/Matinha, hoje Paróquia de São Miguel Arcanjo. Desde 2005 também participa do serviço escola ECC – Encontro de Casais com Cristo, tendo exercido diversas missões, desde Dirigente a Palestrante nos encontros realizados.

Nier Araújo é ainda comunicador social voluntário, tendo apresentado na Rádio Dom Bosco FM os programas “O Povo no Rádio”, “Revista Dom Bosco” e “Civilização do Amor”, também esporadicamente apresentou na Rádio Olinda AM o programa “Caminhos da Fé” e na Rádio Web Boa Família os programas “Cidadania na Dose Certa” e “Civilização do Amor”. Nier Araújo possui registro de Jornalista na Delegacia Regional do Trabalho – PE, tendo escrito não só para o blog, mas também para o site BoaFamília.com.

Funcionário do Banco do Brasil S/A, desde 2002, Nier atuou além do atendimento a Pessoas Físicas, em agência, na área de Logística, no Projeto de modernização da Rede de Comunicação da empresa “Projeto REMUS”, em seguida na área de Operações, na análise cadastral de clientes Pessoa Jurídica, assim como na conciliação de consiginações em folhas salariais. Atualmente, exerce sua atividade em Agência Especializada no Atendimento a Pessoa Jurídica, em novo modelo de atendimento a PJ do Banco do Brasil S/A. Nier é ainda empresário, empreendedor, sendo sócio administrador da A Capella Livraria, desde 2009.

Nas eleições municipais de 2016, Nier inovou ao apresentar a população uma nova forma e modelo de exercer o mandato legislativo, entitulando de Mandato Colaborativo, com proposta de ser um mandato exercido com liderança democrática, exercida não só pelo detentor do mandato mas também dos cidadãos, que integrariam o Conselho Político do Mandato, tendo entre os objetivos promover maior inserção do cidadão nas definições do mandato, provocando maior interferência social nas políticas públicas, propiciando maior transparência e redução do risco de corrupção, além de promover a capacitação do indivíduo para o exercício da cidadania e um possível e futuro mandato legislativo colaborativo. Nier foi o único candidato com coragem de registrar em cartório sua proposta de mandato, o que o obrigaria ao cumprimento do mandato conforme proposto em campanha. Nas urnas, o êxito não foi total, tendo ficado com a suplência no partido, que elegeu dois vereadores.

A proposta de um Mandato Colaborativo segue viva para Nier, mas na ciência da necessidade de convencimento dos cidadãos para a mudança diante do quadro de forte modelo de assistencialismo em vigor.